Periquitos Australianos

Periquito Australiano Selvagem

Periquito Australiano Selvagem

A origem da denominação desta ave tão popular encontra-se na palavra aborígene “betcherrygah” (bom pássaro ou boa comida).

O seu nome científico (Melopsittacus undulatus) significa: papagaio de canto, com marcas onduladas.

Classe: Aves

Ordem: Psitaciformes

Família: Psitacídeos

Nome Científico: Melopsittacus undulatus

Descrição original: Ave pequena, verde de máscara amarela

Origem: Austrália

Habitat: Estepes ao longo dos riachos

Distribuição Geográfica: Nativos, na Austrália Central, mas hoje já criados em cativeiro pelo mundo

Comprimento do Corpo: 16 a 18 cm

Cauda: 8 a 9 cm

Peso: 30 a 40 g

Regime Alimentar: Frutas e sementes

Estrutura Social: Nómadas, monogâmicos

Maturidade sexual: Com a idade de 4 meses (não se deve acasalá-los antes de completarem 1 ano)

Época de Reprodução: Na Austrália, durante o período de chuvas

Duração da incubação: 18 dias

Número de ovos por postura: 3 a 5, chegando excepcionalmente a 8

Deposição dos ovos: de 2 em 2 dias

Começo da incubação: Após o primeiro ovo

Permanência do periquito no ninho: 28 a 32 dias

Longevidade: 12 a 14 anos

 

História

O periquito foi trazido para a Europa pela primeira vez pelo explorador e naturalista John Gould em 1840, tornando-se imediatamente uma ave muito popular. De facto, quarenta anos mais tarde os estabelecimentos comerciais de criação, que possuíam mais de 100 mil exemplares, procuravam satisfazer uma procura cada vez maior no continente europeu. As mutações de cor começaram a surgir nos finais do século XIX, aumentando a beleza dos periquitos; as novas cores constituíam uma novidade e representavam lucros financeiros consideráveis para os criadores que tinham a sorte de conseguir criar estas aves. As exposições abertas ao público, aliadas à criação do Budgerigar Club (designação que foi alterada mais tarde para Budgerigar Society) em 1925, na Grã-Bretanha, chamaram a atenção de uma camada mais vasta da população para estas aves, cuja popularidade depressa ultrapassou a dos canários. O periquito é, actualmente, o pássaro doméstico mais comum em todo o mundo, existindo milhões de exemplares como aves de estimação, de aviário e de exposição.

Os periquitos são pássaros que se adaptam com facilidade a qualquer meio; o seu habitat natural são as terras áridas e geralmente inóspitas da Austrália. A criação destas aves é fácil, visto serem pouco exigentes em termos de alimentação, mesmo durante o período de reprodução. Ao contrário do que sucede com muitos outros membros da família dos Psitacídeos, estas aves não são barulhentas, não deixando, porém, de ser capazes de reproduzir os sons da voz humana. A sua boa disposição e docilidade natural despertam o carinho das pessoas de todas as idades. Embora possam infligir uma bicada dolorosa se forem manuseados sem o devido cuidado, os periquitos podem ser facilmente chamados à atenção sempre que for necessário e não constituem perigo para as crianças. Além disso, e ao contrário do que sucede com alguns periquitos da Austrália, adaptam-se bem à vida numa gaiola e podem viver dez anos ou mais.

Quer esteja à procura de um pássaro doméstico ou a pensar em instalar um viveiro no jardim, verificará que a criação de periquitos é um passatempo relaxante e gratificante. Até se pode dar o caso de decidir levar os seus periquitos às exposições, à medida que o seu interesse por estas aves for aumentando!

 

Determinação do sexo dos periquitos:

O sexo dos periquitos é determinado pela cor da cera do nariz, ou seja, a parte que se destaca da parte superior do bico onde estão localizadas as narinas. As fêmeas adultas apresentam geralmente esta cera de cor castanha, ao passo que os machos têm a cera de cor azulada. (Em certos casos, nomeadamente no grupo dos multicor recessivos e nas mutações lutino e albino, a cera dos machos mantém uma cor púrpura-rosada, fazem a ave parecer eternamente jovem.)

Diferenças-entre-macho-e-femea-na-Criação-de-Periquitos-Australianos

Normalmente não é fácil determinar o sexo dos periquitos jovens porque esta diferenciação é menos notória nas aves mais novas. Será bastante útil se existirem outros exemplares de tenra idade que nos permitam fazer comparações. No entanto, os machos jovens possuem a cera mais proeminente, quase sempre de cor mais escura e com um tom de púrpura mais acentuado do que as fêmeas. À medida que os animais forem crescendo, a diferença de cor da cera vai-se tornando mais notória.

diferenças-entre-adultos-e-filhotes-de-Periquitos-Australianos

De uma forma geral tem-se admitido que os machos são melhores aves de estimação e são mais faladores do que as fêmeas. Contudo, as fêmeas também se podem revelar excelentes imitadoras e apresentar uma personalidade muito agradável. Aparentemente não existe qualquer diferença entre cores no que se refere à capacidade de aprender a falar, embora os periquitos do grupo multicor dominante sejam em regra menos nervosos do que os do grupo multicor recessivo e, por esta razão, podem ser mais facilmente ensinados.

 

Criação dos Periquitos Australianos:

Os casais de Periquitos Australianos ficam sexualmente maduros a partir dos 4 meses de idade, mas o ideal é criarem com 1 ano de idade, e para a reprodução podem ser usadas gaiolas individuais ou viveiros colectivos. O Periquito se adaptará bem em ambos os casos, porém nos viveiros você deverá colocar mais ninhos do que casais, de forma a evitar que brigas aconteçam.

As Fêmeas quando estão aptas a procriarem, ficam com a carúncula na cor marrom chocolate, já nos machos a cor azul se intensifica. As medidas das gaiolas para criação individual variam, mas devem ter em média 45 cm de Comprimento, 35 cm de Altura e 25 cm de Largura. A fêmea irá botar cerca de 3 a 6 ovos. Os filhotes de Periquitos Australianos nascem com cerca de 18 dias de incubação e aos 30 dias de vida já saem do ninho, com mais 10 dias já comem sozinhos e devem ser separados dos pais para que eles iniciem uma nova postura.

Quando o casal está chocando, não é aconselhável que se mexa no ninho, apesar dos pais normalmente não abandonarem os filhotes caso você os pegue ou manuseie.

 

Genética das cores:

Periquito cinzento

Periquito cinzento

Periquito Malhado Recessivo Verde-claro

Periquito Malhado Recessivo Verde-claro

Periquito verde diluído

Periquito verde diluído

Periquito cinza azul celeste

Periquito cinza azul celeste

Periquito lutino

Periquito lutino

Periquito azul

Periquito azul

Periquito verde

Periquito verde

Periquito Albino

Periquito Albino

Anúncios
  1. Olá! eu tenho um periquitito, que ja tem mais de um ano, mas nao consigo identificar seu sexo, pois a cera de seu bico e rosada, mas tem 2 pintas azuis na extremidade, e na época do acasalamento nenhuma das cores fica em um tom mais escuro. Alguem poderia me ajudar?Ele é bem colorido, nao sei se isso influencia, mas ele é amarelo tem o peito verde e manchinhas azuis na “bochcha”.

  2. Em principio é um macho, mas se puder ponha foto das narinas e do corpo

  3. depende se ele for lutino e bem proaveu que ele seja macho, mais se não e femea

  4. Posso colocar irmaos para reprodusir ?
    Parabens pelas information

    • Não convém nada colocar irmãos ou pais/filhos a criarem pois nascem crias mais débeis e podem nascer com deficiências.
      O melhor é trocar uma ave ou comprar outra.

  5. meu periquito e azul celeste , mais não sei seu sexo,a caracula dele tem so um pouco de azul próximo das narinas ele e macho ou fêmea fêmea

  6. Boa Noite; Gostaria de uma opinião, tinha três fêmeas de periquito no ninho e todas com ovos; uma quarta fêmea foi colocada no grupo mais tarde e matou uma das progenitoras (já a coloquei numa outra gaiola para não o voltar a fazer). A fêmea que morreu tinha três ovos, posso colocá-los nos ninhos das outras fêmeas ou será melhor não interferir na procriação das outras fêmeas? Obrigado. Luís Costa

  7. Boas
    Sim, pode colocar os ovos noutras fêmeas se tiverem +- o mesmo tempo de incubação, mas os ovos não arrefeceram? Ou ela ainda não tinha começado o choco?

  8. Tenho o periquito com o mesmo problema que o seu. Parece que um marrom bem bem bem fraquinho mas ele beija o macho um dia e no outro briga Mas o macho ontem queria alimenta ele e hoje briga não entendo e podem me dizer se a fêmea de piriquito e igual humano eles tem anus e vagina a fêmea??? Por favor quem poder me ajuda me ajuda pelo amor de deus já tenho eles 1 ano me ajudem

  9. As aves só têm uma abertura, que serve tanto para criar como para as fezes, por aí não dá para ver. xD
    Se quiser coloque fotos nítidas das narinas da ave em questão para o ajudar.
    Mas se estão junto há 1 ano e ainda não apareceram ovos é quase certo que sejam 2 machos.

  10. David Aguiar Madeira

    o meu macho periquito esta a cortejar a femea e ele tenta acasalar com ela mas ela nao deixa porque sera.

  11. são todos maravilhosos a natureza e primorosa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: